Introdução ao Minitab

A metodologia Six Sigma faz uso de muitos dados e estatísticas para conseguir promover a melhoria contínua em uma organização. Uma das formas mais eficazes de fazer essa análise é através do Minitab que nada mais é que um software estatístico.

Na imagem, temos a tela inicial do Minitab

Os profissionais que aprendem a utilizar esse programa passam a fazer uso de estratégias, ferramentas e formatos de dados a fim de:

  • Monitorar como os processos estão andando e sua evolução;
  • Implementar todas as mudanças que se fazem necessárias;
  • Entender qual a melhor forma de corrigir um problema;
  • Determinar quais problemas que se encontram dentro de determinado processo.

Para que o trabalho tenha um bom desenvolvimento, cada setor possui um software específico voltado a isso.

Por exemplo, os funcionários e administradores fazem uso principalmente do Word e Excel da Microsoft, os designers gráficos utilizam software da Adobe. Já os profissionais do Lean Six Sigma fazem uso do Minitab.

Para a melhoria de processos, esse programa se mostra uma ferramenta muito necessária.

Ele pode ser considerado como uma peça fundamental para a melhoria de processos e aprimoramento contínuo.

Por isso, é fundamental não apenas conhecê-lo, mas aprender a usá-lo. Vamos aprofundar um pouco mais nosso conhecimento no Minitab?

Tabela de Conteúdo

O que é o Minitab?

Toda empresa possui dados e informações estatísticas que são de grande utilidade para a mesma.

É através desse conjunto de informações que ela consegue compreender melhor o que se passa e até identificar problemas.

Saber fazer uma análise de dados estatísticos não é uma tarefa simples e é justamente aí que entra o Minitab. Ele é um dos primeiros programas criados especialmente para fins estatísticos cuja criação ocorreu em 1972.

Muitas universidades costumam utilizá-lo bem como cursos que fazem a introdução profissional para a estatística.

Mas isso não quer dizer que seu uso fica limitado apenas a esses ambientes, pois as empresas também podem utilizá-lo. Aliás, ele auxilia as organizações que trabalham a melhoria contínua em sua estrutura a fazer essa análise.

Assim, ela consegue ter uma gama de aplicações e interpretações muito mais ampla.

Quando utilizado em conjunto com o Six Sigma, esse programa permite que os processos rotineiros sejam aperfeiçoados.

Atualmente, milhares de entidades tanto públicas quanto privadas fazem uso desse programa pelo mundo.

Ele é muito fácil de aprender e de utilizar o que é ótimo para atender as necessidades tanto de profissionais experientes quanto dos novatos.

Resumindo, fazer a análise de dados e estatísticas nunca foi tão simples e fácil em uma organização.

Sua interface é muito similar ao Excel da Microsoft, mas o Minitab possui uma diferença muito importante: é capaz de realizar cálculos das funções analíticas de maior complexidade.

Qual a importância do Minitab na análise de dados?

A tomada de decisões por parte de um gestor não é uma tarefa simples. Ele precisa fazer uma análise de dados, avaliar a estatística para compreender o momento que a empresa está passando.

A partir de tudo isso é que ele pode chegar a uma conclusão mais confiável e determinar o rumo que a empresa irá tomar a partir daquele momento.

São números e mais números, dados e mais dados que precisam ser analisados com calma e de forma correta. Mas e se ele não fizer isso e seguir apenas a intuição?

Nesse caso, ele corre um enorme risco de fracassar na sua escolha e levar a empresa a enfrentar sérios problemas.

A criação do programa Minitab possui um intuito muito simples e importante: facilitar o processo de tomada de decisão através das análises e da estatística.

Com esse software tudo isso é feito de forma bem mais acessível, rápida, fácil e organizada.

Os setores de melhoria contínua e de qualidade são os que mais utilizam esse software nas grandes corporações.

Devido aos benefícios que esse programa apresenta, ele já é tido como uma referência de software para a metodologia Seis Sigma.

O que há de tão importante no Minitab?

O Minitab é um programa que possui uma plataforma muito rica, mas sua utilização é simples e dinâmica. Tem certa similaridade com o Excel, o que já o torna bem intuitivo para quem já usou esse software da Microsoft.

Além disso, seu nível de aplicação é bem maior quando se trata de ferramentas de qualidade e estatísticas.

Quais tipos de ferramentas? Podemos citar algumas como:

Com o Minitab, o gestor tem a oportunidade de manipular os dados com mais eficiência, elaborar apresentações e até relatórios elegantes.

Vantagens de utilizar o Minitab

A criação do Minitab se deu com o intuito de facilitar o processo de tomada de decisão através dos estudos estatísticos e da análise de dados.

Atualmente ele é um dos programas com maior uso nos setores de otimização contínua e de qualidade nas organizações. No Seis Sigma, ele é uma referência na utilização de ferramentas.

Além de promover uma facilitação ao acesso das análises dos dados, esse software apresenta outras vantagens importantes como:

  • Facilidade para gerenciar os dados através do Project Manager;
  • Calcular os intervalos da tolerância estatística utilizando exponencial, Weibull, Lognormal entre outros;
  • Executar inúmeras relações entre as comparações, variáveis e cálculo para a previsão de modelos mistos;
  • Elaboração de gráficos visuais;
  • Permite que seja incorporado desvio padrão no processo especificado possuindo como base os cálculos pertinentes;
  • Inserir comandos que ampliam as funcionalidades que já existem no programa. Isso permite que o software se ajuste às necessidades que o usuário possui;
  • Funções do Word e Excel podem ser importados e suas funcionalidades passam por uma melhoria no Minitab. Para isso, a importação deve ser feita em arquivos que possuam extensões compatíveis.

Ferramentas de qualidade e o Minitab

Anteriormente vimos algumas ferramentas que podem ser utilizadas com o Minitab para fazer a análise de dados e de estatística.

Todas elas podem ser utilizadas com esse programa com o intuito de colaborar, de forma simples, para que a melhor solução seja encontrada.

Isso levando em consideração os problemas complexos que envolvem as empresas. Mas quais ferramentas são capazes disso?

A seguir há uma lista com uma breve explanação:

Anova e Regressão

Essas ferramentas permitem que sejam conhecidas as relações existentes entre as variáveis que um problema possui. Também contribuem para identificar quais as principais causas que o estão afetando.

Estatística básica

Permite elaborar estudos estatísticos mais descritivos, aplicar os testes de hipóteses, conferir os intervalos de confiança além de realizar testes de normalidade.

Ferramentas da qualidade

Faz a conferência da validade do sistema de medição com o MSA, ajuda a definir a capacidade que o processo possui de atender os limites de especificação presentes no Controle Estatístico de Processos (CEP).

Cartas de Controle 

Permite fazer um controle da estabilidade do processo. Também atua de forma preventiva com o intuito de combater as variações que sempre ocorrem nos processos.

Planejamento de experimentos 

Realiza o ajuste e a configuração de várias possibilidades existentes em uma operação em sistema que conta com Planejamento de Experimentos (DOE). Também determina qual a forma que se mostra mais rentável e produtiva para operá-lo.

Confiabilidade e sobrevivência

Permite verificar qual a durabilidade que um novo produto apresenta através da análise de distribuição e do teste de vida acelerado.

Também possibilita conhecer as principais características resultantes dessa projeção.

Além dessas ferramentas existem outras que podem ser utilizadas sem qualquer problema com o Minitab.

Layout do Minitab

Para poder compreender melhor esse software nada melhor que conhecer um pouco das suas funcionalidades e, claro, do layout. É justamente isso que vamos fazer agora!

Principais janelas do software

O Minitab possui diversas janelas, mas as principais são:

Session ou Janela Sessão – Nesta janela são mostrados os resultados obtidos na análise estatística que foi calculada de dados que foram inseridos no formato de texto.

Worksheet ou Janela Planilha – Esta janela contém divisórias de células, colunas e linhas, é bem similar ao layout que encontramos ao iniciar o Excel.

É nesse espaço que os dados que irão gerar as análises que se deseja são colocados.

Janela Gráficos – Após os dados que se deseja fazer a análise são inseridos e organizados, o resultado aparece em forma de gráfico que é mostrado em janela em separado.

Janela Relatório – Os resultados são armazenados nesse local e podem ser classificados com o intuito de tornar o acesso às análises que foram realizadas mais facilmente.

Project Manager ou Gestor de Projetos – Na janela Planilha, logo abaixo, está localizada essa janela de forma minimizada. Conforme a análise é desenvolvida no Minitab essa janela pode ser acessada tranquilamente.

Tipificação dos dados que podem ser analisados

Basicamente, existem três tipos que o Minitab permite que seja realizada a análise.

São eles:

Data/Hora – O reconhecimento do formato da data pelo Minitab é 0/0/00. Quanto às horas o formato reconhecido é 0:00. Tanto a data quanto a hora internamente são armazenados como números.

Na coluna, o rótulo pode ter a identificação de data e hora ao inserir o comando D logo após o nome da mesma. A conversão automática dos tipos de dados também é possível no Minitab.

Dados de Texto – Para fazer os cálculos ou computações esse tipo de dado não pode ser utilizado. Se acontecer de, por exemplo, na coluna 1 conter um texto, o rótulo que essa coluna apresentará terá uma alteração e retornará CIT.

Dados Numéricos – O alinhamento desse tipo de dado ocorre do lado direito de uma coluna. Eles são usados principalmente para realizar os cálculos estatísticos.

Acesso gratuito ao Minitab por 30 dias

O Minitab pode ser feito o download de forma gratuita, mas essa opção só fica disponível pelo período de 30 dias.

Nesse tempo é possível utilizá-lo no dia a dia e conhecer melhor sua plataforma e forma de funcionamento.

Isso é ótimo, pois possibilita identificar se esse software realmente é o que procura para fazer a análise de dados e estatística.

Para fazer o download do Minitab 18 não há segredo. Primeiramente, é preciso acessar o site desse software e fazer a seleção da opção Avaliação Gratuita.

Feito isso, surgirá um questionário que deve ser preenchido com algumas informações como nome, telefone, email e dados relacionados à organização ou ao instituto de ensino que atua.

Ao finalizar o preenchimento dessas informações será enviado para o email informado um link para que o download possa ser feito.

Ao clicar nele o arquivo do programa será baixado e basta seguir o passo a passo da sua instalação no computador ou notebook.

Vale a pena investir no aprendizado do Minitab?

Quando um gestor vai fazer uma análise de dados necessita ter o máximo de atenção possível. Afinal, esta é uma tarefa de grande importância e que não pode ser feita de forma desorganizada.

O Minitab surgiu para facilitar a realização dessa tarefa, fazer os cálculos mais facilmente, organizar os dados e automatizar as funções.

Tudo de forma muito simples e, de tão simples, até intuitiva. O profissional que decide se capacitar e realizar o treinamento para usar esse software agregará muito mais valor a si e as funções que desempenha.

Isso não poderia ser diferente já que iria aprender a usar esse software conhecendo todos os detalhes.

Mas como isso é possível? Geralmente utiliza-se aulas práticas para que se tenha acesso total a interface da ferramenta.

Também terá a oportunidade de ter a prática da aplicação das principais ferramentas da qualidade que são utilizadas nas estatísticas como o Histograma e Gráfico de Controle, por exemplo.

Outra vantagem importante de investir no aprendizado do Minitab é que, a partir do conhecimento adquirido, pode fazer outros treinamentos.

Pode aprender algo mais avançado como é o caso do Black Belt e do Green Belt, por exemplo.

Conclusão do Minitab

O Minitab é um software que se tornou referência na análise de dados e estatística da metodologia Seis Sigma.

Sua interface é bem simples e o layout é bem similar ao do Excel da Microsoft. Ele suporta três tipos de dados: numéricos, texto e data/hora.

O que você achou desse conteúdo? Ele agregou mais conhecimento a você?

Deixe seu comentário e, caso tenha gostado, compartilhe nossa página em suas redes sociais.

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado.