Introdução ao Sprint Scrum

Muitos desenvolvedores adotaram o Sprint Scrum com o intuito de entregar soluções de TI mais rapidamente. Entretanto, os resultados obtidos através do Scrum são muito interessantes e instigadores.

Mas o que essa metodologia tem de tão especial? O método Scrum é integrado ao sprint para que o projeto seja dividido em etapas que serão realizadas ao longo do tempo.

Com o sprint é feita uma classificação das prioridades, o que é ótimo para desenvolver as atividades que são mais complexas ou que tenham uma quantidade maior de pessoas.

Mas não pense que no Scrum o trabalho é individual. Todos precisam estar juntos, realizar um verdadeiro trabalho em equipe para o desenvolvimento de um projeto.

E como esse trabalho em equipe acontece? Ela é dividida em diferentes partes para que possa atuar de forma mais democrática e eficiente.

Para realizar esse trabalho é preciso determinar um tempo que geralmente não é longo. São dados cerca de quatro semanas para que a equipe realize este projeto como um todo. Entretanto, esse prazo pode variar e ser um pouco mais ou menos.

Durante esse período são adotadas rotinas que continuamente entregarão partes do produto e todas elas são completamente funcionais.

Reuniões são feitas diariamente para que as metas sejam definidas e se tenha um fluxo de trabalho bom.

Quando essas peças se juntam formam um todo bem completo, trabalhado e funcional. Vamos conhecer um pouco mais sobre a metodologia ágil Sprint Scrum?

Tabela de Conteúdo

Sprint Scrum: o que é?

Vimos um pouco do Sprint Scrum, mas de forma bem resumida. Agora vamos conhecer verdadeiramente o que é essa metodologia.

Basicamente, Sprint Scrum é uma metodologia ágil que possui um limite de tempo para ser realizada. Para denominar esse tempo limitado é utilizado o termo time-boxed.

Mas não pense que esse tempo é muito longo. Na verdade, ele é até curto, pois geralmente é dado um mês para a conclusão do projeto como um todo.

Durante esse período algum valor é acrescentado a um determinado produto que está sendo desenvolvido.

Um dos pontos que mais chama a atenção no Sprint Scrum é que durante esse período são realizadas diversas fases que são chamadas de Sprints.

Elas são criadas por um motivo muito simples, mas perspicaz: em cada fase um determinado trabalho deve ser entregue.

Quando uma das Sprints é concluída ela passa por uma preparação e é enviada para uma revisão que será realizada posteriormente.

Mas, o que acontece com a conclusão de uma Sprint? Após sua conclusão é iniciada uma nova Sprint e esse ciclo permanece até a entrega do produto final.

O que acontece quando há a conclusão de uma Sprint?

Que ao chegar ao fim do seu desenvolvimento, o produto terá recebido algo que foi acrescentado e que gera mais valor aos olhos dos clientes.

Em resumo, quando o Sprint Scrum chega ao fim, o produto recebe algum incremento importante que satisfaz o cliente e que também satisfaz a meta.

Dentro do Sprint Scrum existem certas terminologias. Scrum Master, Sprint Backlog, Sprint Retrospective, Sprint Planning Meet e Sprint Review Meeting são terminologias importantes e que precisam ser conhecidas por todos aqueles que pretendem utilizar essa metodologia ágil.

Mas o que cada uma delas representa? Para que elas servem? A que se dedicam? É exatamente isso que vamos compreender a seguir!

Terminologias do Sprint Scrum

É de suma importância conhecer e compreender as terminologias que essa metodologia ágil possui.

Ao conhecê-las é possível compreender melhor como é o funcionamento do Scrum e até mesmo o que fazer ao aplicar essa metodologia.

Scrum Master

O Scrum é uma metodologia que possui valores e práticas que precisam ser seguidas e respeitadas para que os resultados desejados sejam alcançados.

Para que isso aconteça é preciso ter alguém que assegure esse respeito e que faça com que todos sigam tanto os valores quanto às práticas. O responsável por isso é o Scrum Master.

No gráfico, temos as definições dos sprints
Fonte: Scrum Org

Mas engana-se quem pensa que esse profissional se restringe apenas a isso. Seu papel vai muito além de garantir que todos respeitem os valores e as práticas do Scrum.

Ele também vai assegurar que o comprometimento da equipe não seja excessivo, ou seja, que ela não ultrapasse seu limite para que uma Sprint seja realizada.

É o Scrum Master que vai facilitar o Daily Scrum.

Mas e se a equipe encontrar algum obstáculo durante as reuniões? Qual será o papel do Scrum Master nesse caso? A resposta é simples, é esse profissional quem vai ser o responsável por removê-lo.

Em poucas palavras, o Scrum Master possui o mesmo papel que um gerente de projeto ou líder técnico. A diferença é que para se tornar um Scrum Master não é preciso ter certa qualificação.

Qualquer pessoa que pertença a equipe pode ocupar essa função no Sprint Scrum.

Sprint Backlog

A equipe Scrum se compromete a realizar uma lista de tarefas em um sprint. Essa lista é justamente o Sprint Backlog.

Os itens que o Sprint Backlog possui estão presentes no Product Backlog e de lá são extraídos pela equipe.

Para isso, as prioridades que o Product Owner define são usadas como base. A percepção da equipe também é utilizada com essa finalidade.

Nesse caso, é levado em consideração o que é necessário para que as várias funcionalidades sejam completadas.

Mas quem determina quantos itens do Product Backlog irão para o Sprint Backlog? A própria equipe é que faz isso, pois é ela que se compromete a implementá-los.

Enquanto um Sprint está sendo executado, o Sprint Backlog será atualizado pelo Scrum Master.

Isso é necessário para que se saiba quais tarefas foram completadas e o tempo que a equipe acredita que levará para completar as que não estão prontas.

Mas como é feita essa estimativa de tempo? Todos os dias é feita uma reunião para saber quais as metas que foram concluídas no dia anterior e as que desejam alcançar naquele dia.

Essas informações são colocadas em um gráfico que resulta no Sprint Burndown Chart.

Sprint Retrospective

Lembra que falamos que quando um Sprint é concluído ele é revisado posteriormente? Esse processo de revisão é chamado de Sprint Retrospective.

Através dele é possível identificar os pontos que precisam ser melhorados e quais tiveram um funcionamento considerado bom.

Mas não pense que o Sprint Retrospective serve apenas para isso, afinal, com ele, também é possível determinar quais ações precisam ser tomadas para que haja uma melhora.

Sprint Planning Meeting

No Sprint Scrum sempre são realizadas reuniões. Quando essa reunião é realizada com a presença do Scrum Master, Product Owner e toda a equipe Scrum ela recebe o nome de Sprint Planning Meeting.

Também pode participar desse momento qualquer pessoa que esteja representando o cliente. A gerência também pode participar.

Quando o Sprint estiver sendo executado o Product Owner fará uma descrição, para a equipe, das funcionalidades que possuem maior prioridade.

Enquanto a reunião acontece, a equipe realiza perguntas para que, ao seu fim, as funcionalidades sejam transformadas em tarefas técnicas. São essas tarefas que originam o Sprint Backlog.

O Sprint Planning Meeting é muito usado no Sprint Scrum

Não há necessidade do Product Owner fazer uma descrição de todos os itens do Product Backlog.

Em alguns casos, é suficiente descrever apenas os itens que possuem maior prioridade e deixar que os demais sejam descritos na próxima realização do Sprint Planning Meeting.

Mas, quem vai definir o objetivo de cada Sprint? Quem vai fazer essa definição é o Product Owner e o Scrum Team. Quem vai avaliar se o Sprint foi ou não um sucesso?

O Sprint Review Meeting. Para fazer essa avaliação ele realiza uma comparação entre o objetivo que foi traçado previamente e o que foi alcançado efetivamente.

Após o Sprint Planning Meeting haverá um encontro separado de toda a equipe Scrum. Nesse momento é realizada uma conversa para escutar e decidir o nível de comprometimento deles para iniciar o Sprint.

Vão existir casos que será necessário negociar com o Product Owner, entretanto, a equipe é que possui a responsabilidade de determinar seu nível de comprometimento.

Sprint Review Meeting

Quando um Sprint chega ao fim quer dizer que chegou a hora de fazer uma reunião chamada de Sprint Review Meeting. Nessa ocasião o Scrum Team mostrará o que foi conquistado durante a realização do Sprint.

Mas quem deve estar presente no Sprint Review? Esse é um momento importante e por esse motivo devem estar presentes o Scrum Team, Product Owner, Scrum Master, clientes, engenheiros pertencentes a outros projetos e gerência.

Mas o que ocorre no Sprint Review? Este é o momento em que será feita uma avaliação do projeto para saber se os objetivos do Sprint que foram determinados no Sprint Planning Meeting foram atingidos.

Tal avaliação é feita no Sprint Review.

O ideal é que a equipe tenha completado todos os itens verificados no Product Backlog.

Mas e se isso não aconteceu? Terá algum problema grave? Se isso não ocorreu, não é preciso ter medo ou achar que consequências muito negativas irão acontecer, sabe por quê?

Por que o que realmente importa é que o objetivo geral tenha sido atingido.

Principais características do Sprint Scrum

Principais características do Sprint Scrum

O Sprint Scrum possui como principais características:

  • Duração curta – Seu tempo de duração fica em torno de 4 semanas, mas pode ser inferior. Isso é ótimo, pois permite adaptabilidade e flexibilidade já que o cliente recebe valor do projeto em partes.
  • Mudanças mínimas – Quando uma Sprint está sendo realizada é essencial que as definições da meta e do Sprint Backlog não sofram mudanças. Essa é uma das razões para que a Sprint Scrum não seja muito longa, afinal, adaptações a variações de objetivos não seria possível.
  • Raro cancelamento – Uma Sprint Scrum pode ser cancelada, mas apenas o Product Owner possui autoridade para isso. Raramente acontece seu cancelamento e somente acontece quando o objetivo da Sprint estiver defasado. Dificilmente isso vai acontecer, pois uma Sprint Scrum possui curta duração.

O cancelamento é necessário, o que devo fazer?

Quando um cancelamento ocorre todos os itens que foram considerados prontos terão de ser revisados. Os que não foram acabados precisam ser devolvidos para o Product Backlog.

Recursos são consumidos pelo cancelamento, pois todo o time terá de se reunir mais uma vez em uma Sprint Planning.

Na Reunião de Planejamento toda a equipe fica envolvida para que sua elaboração seja feita.

A preocupação do Product Owner é com a priorização dos itens de maior importância do Product Backlog e com o seguimento.

Já o Scrum Master visa garantir que esse evento aconteça de acordo com os princípios que essa metodologia ágil possui com relação ao gerenciamento de projetos.

É ele também que vai se certificar que o propósito foi entendido pelos participantes.

Os feedbacks e Product Backlog que as Sprints anteriores passaram vai permitir que o Time de Desenvolvimento trace uma meta e desenvolva o Sprint Backlog.

Isso significa que todas as vezes que um Sprint Scrum concretiza o produto final está mais perto de sua conclusão.

Resumindo, as Sprints nada mais são que eventos Scrum que irão se repetir constantemente. Isso vai acontecer do início ao fim do projeto.

Conclusão do Sprint Scrum

Sprint Scrum é uma metodologia ágil de grande importância para o gerenciamento de projetos.

Dentro dela existem diversos termos que são utilizados como Scrum Master, Sprint, Sprint Backlog, Product Owner, Product Backlog, Sprint Planning.

Seu tempo de duração geralmente é de 4 semanas, mas pode ser inferior.

Você já conhecia o Sprint Scrum? Já tinha ouvido algum dos termos presentes nessa metodologia ágil?

Comente, conte-nos o que achou do Sprint Scrum e compartilhe nossa página em suas redes sociais!

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado.