Introdução ao Lean Agile

Lean Agile é uma junção dos conceitos que a filosofia Lean possui e seus princípios estão previstos dentro do manifesto Ágil.

Não é incomum que algumas empresas confundam os conceitos do Lean e do Scrum. Geralmente isso ocorre por falta de conhecimento sobre os mesmos e o que significa gestão ágil.

O que podemos dizer é que os princípios do Lean e Scrum estão fundidos em um único lugar, a metodologia Lean Agile.

Essas metodologias surgiram em tempos diferentes, mas elas possuem uma relação que pode ser explorada com o intuito de ter o melhor que há entre dois mundos. É isso que recebe o nome de Lean Agile.

Mas é uma boa ideia fazer essa combinação do Scrum com o Lean?

Existem situações em que o Scrum não consegue se sustentar sozinho. Ele precisa de um guia para orientar sua mentalidade dentro da empresa para que os princípios ágeis sejam aplicados de forma eficaz.

Sabe qual o melhor tutor para isso? A filosofia Lean.

Essa combinação é aquilo que recebe o nome de modelo híbrido de gestão. Nele, há a junção de características presente em duas formas de gestão com o intuito de otimizar os processos gerenciais da organização.

Que tal compreender um pouco mais sobre o Lean Agile bem como a relação que há entre o Scrum e o Lean?

Tabela de Conteúdo

O que é o Lean Agile?

Sempre que analisamos duas coisas elas vão possuir pontos altos e baixos, características boas e não tão boas.

Se pegarmos apenas as características boas que elas apresentam para formar uma terceira coisa, o que acontece?

Essa terceira opção apresentará somente os pontos fortes das duas primeiras e será praticamente imbatível.

O Lean Agile é a junção de duas coisas: a filosofia Lean e os princípios do Manifesto Ágil.

Essa metodologia tem por objetivo fazer com que os processos sejam otimizados através da redução dos desperdícios e riscos.

Ao mesmo tempo, busca maximizar o valor que é entregue ao cliente e realiza entregas ágeis e incrementais.

Vamos entender como cada uma dessas metodologias surgiu e o que elas pregam?

Filosofia Lean

Lean nasceu nos anos 20, no Japão, mais precisamente nas fábricas da Toyota.

Seus fundamentos são os processos enxutos e ágeis que buscam a eficiência dos recursos sejam eles materiais, financeiros, humanos ou de tempo.

A filosofia Lean foca na redução dos desperdícios e nisso está incluso o refugo de produção, habilidades subutilizadas da equipe e uma má gestão do estoque.

Metodologia Agile

A filosofia Agile nasceu graças ao Manifesto Ágil que teve sua publicação nos anos 2000. Ele possui diversos valores voltados para o desenvolvimento ágil dos softwares.

A ilustração mostra como a metodologia agile funciona
Fonte: Nvisia

A busca pelas melhorias contínuas, colaboração e ter como prioridade a satisfação do cliente são algumas de suas características.

O que faz o Lean Agile?

O Lean Agile pega essas duas bases, faz uma mistura, e a partir daí passa a agregar valor ao produto continuamente e cada vez mais.

Dentre os benefícios que essa metodologia promove as maiores são:

  • Economia dos custos;
  • Otimização da produtividade;
  • Melhora tanto na percepção quanto na experiência dos consumidores;
  • Negócio com crescimento sustentável;
  • Aumento da lucratividade.

Vamos verificar qual a relação que existe entre 7 princípios e o Scrum que é o framework ágil mais famoso?

Como o Scrum se encaixa nos 7 princípios Lean?

Agora, vamos aprofundar os 7 princípios do Lean para entender como o Scrum consegue se adaptar a eles para que a metodologia Lean Agile ganhe vida.

1 – Desperdícios eliminados

Uma das principais características que o Scrum possui é a organização das etapas do projeto que recebe o nome de Sprints.

Esses Sprints nada mais são que iterações curtas que buscam otimizar ao máximo os processos. Assim, evita-se os desperdícios, burocracia e documentação desnecessária.

Outro ponto interessante é que cada Sprint possui testes que são feitos com o intuito de identificar possíveis falhas e defeitos. Desta forma, evita-se que eles acabem se embutindo dentro da entrega final de cada Sprint.

Sabe o que é interessante? É que a filosofia Lean busca eliminar os desperdícios de forma contínua e consistente, ou seja, um está de acordo com o outro.

Esta é a primeira característica que faz com que o Scrum e o Lean possuam uma relação forte: a eliminação dos desperdícios.

2 – Conhecimento amplificado

Para que a filosofia Lean tenha sua aplicação bem-sucedida ela precisa ter seu conhecimento compartilhado, ou seja, as partes que estão envolvidas nos processos precisam conhecer os conceitos do Lean.

Mas não é apenas isso, pois todos que pertencem à equipe de produção precisam trabalhar coordenadamente e em conjunto.

Sabe o que é mais interessante? O Scrum também possui esse princípio, isto é, ele também precisa que seu conceito seja compartilhado entre todos da equipe.

Esse é o nosso segundo ponto em comum entre o Lean e o Scrum.

Quando um produto está sendo desenvolvido é preciso que haja um alinhamento entre todas as equipes do Scrum e que haja interação o tempo todo entre elas. O conhecimento precisa ser compartilhado e aprimorado.

Na prática, essa relação existente entre o Scrum e o Lean acontece através da Daily Scrum. Elas são reuniões que são realizadas antes do trabalho do dia ser iniciado que as tarefas realizadas no dia anterior são revisadas.

Os desafios que foram enfrentados para realizar o trabalho por cada integrante do time Scrum é exposto.

Nessas reuniões há a definição do trabalho que será realizado naquele dia e o direcionamento de alguém para que ajude um integrante que esteja com dificuldade em realizar sua tarefa.

Dessa forma, o conhecimento entre os membros é ampliado o que demonstra, claramente, a relação existente entre Lean e Scrum.

3 – Entregas feitas rapidamente

As Sprints possuem como premissa o tempo de duração que é de quatro semanas no máximo.

A ilustração está mostrando como funciona um Sprint dentro da metodologia Agile
Fonte:AGDIWO

Nessas interações a realização do trabalho é feita com o intuito de fazer com que o cliente receba o máximo de valor agregado.

Isso é representado através do Product Owner.

Sabe quem fala sobre esse agregamento de valor junto ao cliente enquanto o Lead Time é reduzido? A metodologia Lean.

Mas por que trabalhar para que as entregas sejam rápidas e curtas? Para que qualquer mudança que seja necessária ocorra seja incorporada mais facilmente ao projeto.

Neste caso, a rapidez na entrega dos trabalhos é a terceira relação existente entre o Lean e o Scrum.

4 – Adiamento das decisões

Isso pode parecer um tanto confuso, mas acredite, não é. Quando se fala em tomar decisão dentro do Scrum quer dizer que o rumo daquele projeto está sendo definido de forma conclusiva.

Mas isso vai contra o que os métodos ágeis promovem que é a adaptação a mudanças.

Uma das premissas existentes no Manifesto Ágil diz que a resposta às mudanças vem antes de seguir um plano.

Isso quer dizer que mesmo que um plano exista e que haja um objetivo traçado, o mais importante é que haja uma preparação para dar uma resposta às mudanças.

Quando é feita a relação entre o Scrum e o Lean é possível perceber que a mesma coisa está presente no Lean, principalmente quando há a aplicação do ciclo PDCA.

Na imagem temos a explicação do ciclo pdca
Fonte: Siteware

Assim, as decisões devem ser adiadas já que é através da experiência que o conhecimento é melhor absorvido. Portanto, esta é mais uma relação percebida entre essas metodologias.

5 – Fortalecimento da equipe

Para que o Lean Agile exista é fundamental que a equipe seja fortalecida.

Como isso é feito? Mostrando a cada um dos integrantes da equipe a função que eles possuem e o quanto que sua contribuição é crucial para que todo o projeto e o time se desenvolvam.

Quando ocorre o engajamento da equipe há um crescimento da produtividade bem considerável. Esse é justamente o propósito de estreitar a relação entre o Lean e o Scrum.

6 – Construção da qualidade

Todo o esforço e trabalho envolvido possui um único objetivo: a construção da qualidade para os clientes.

Para que isso aconteça são mostrados protótipos ao Product Owner e as partes interessadas. Assim, os defeitos podem ser identificados na Sprint e consequentemente eliminados.

7 – Otimização do todo

Lean e Scrum dizem que o sucesso não é gerado por causa do trabalho individual que cada integrante produz, mas através do trabalho em equipe que ocorre de forma colaborativa.

Por esse motivo, esta é mais uma relação existente entre o Scrum e o Lean.

Como implementar o Lean Agile?

O Lean Agile deve ser implementado seguindo alguns passos, vamos conhecer alguns dos principais:

1. Fluxos do processo devem ser avaliados

Este deve ser o primeiro passo. Afinal, para que o Lean Agile seja implantado é preciso analisar cuidadosamente os fluxos de processo que a empresa possui.

Isso é necessário, pois vai ajudar a identificar os pontos de melhoria e a analisar se existem ou não desperdícios.

A partir desse mapeamento os principais objetivos podem ser definidos, bem como os alvos de mudança.

2. As ferramentas certas devem ser utilizadas

Para que os processos tenham melhorias, são utilizadas ferramentas Lean que são bem conhecidas.

Alguns exemplos que podem ser citados são:

  • 5S – ajuda na gestão da qualidade dentro do ambiente de trabalho;
  • Six Sigma ótima para o desenvolvimento de soluções tendo como ponto de partida a análise dos dados e das projeções estatísticas;
  • Heijunka voltado ao sequenciamento de forma robusta dos pedidos e também para estabelecer uma produção nivelada
  • Kaizen seu intuito é reduzir os custos e ajudar a aumentar a produtividade;
  • Jidoka voltado ao controle das falhas e da automatização dos processos.

3. Toda a equipe precisa estar engajada

A metodologia Lean Agile somente dará resultados positivos se a cultura organizacional tiver uma mudança.

Isso deve ocorrer em várias camadas e precisa começar na liderança para depois alcançar os operadores.

É de suma importância que todos estejam voltados para que ocorra a melhoria contínua e os gargalos sejam eliminados.

4. Processos e responsáveis precisam ser definidos

Após fazer o mapeamento dos problemas, definir as ferramentas e engajar as pessoas é preciso definir quais mudanças serão adotadas.

Mas isso não é tudo, pois cada ação que for prevista deve ter um responsável para a sua implementação e acompanhamento de perto.

5. Os resultados precisam ser acompanhados continuamente

Quando o Lean Agile é implantado em uma empresa essa metodologia promove uma série de avanços.

Mas não é porque eles surgem por causa dessa implantação que não precisam ser monitorados, muito pelo contrário.

Esses avanços que ocorrem na produção em decorrência da implantação do Lean Agile precisam ser monitorados continuamente.

A razão para isso é bem simples: um dos princípios dessa metodologia é a busca pelas melhorias contínuas.

Outro ponto de grande importância e que precisa de toda a atenção é com relação a comunicação.

É essencial que ela seja feita de forma transparente, pois isso vai contribuir para que todos continuem engajados nas propostas de mudança.

Mas atenção, o conceito de Lean Agile não é sinônimo do Scrum. É preciso esclarecer isso, pois muitos acreditam que se trata da mesma coisa.

O Scrum, como dito anteriormente, trata-se de uma metodologia ágil que é voltada para a gestão.

Tampouco se confunde com o conceito de Agile que, como vimos, surgiu com o intuito de tornar o desenvolvimento de software mais ágil.

Também possui como intuito promover melhorias contínuas.

Enquanto isso, o Lean Agile possui diversos princípios que promovem impactos na cultura organizacional e podem ser aplicados nas linhas de produção.

Conclusão Lean Agile

O Lean Agile é uma metodologia que surgiu da junção de outras duas metodologias: o Lean e o Agile.

Basicamente, Lean Agile pegou os pontos fortes das outras duas com o intuito de otimizar os processos e reduzir os desperdícios e os riscos.

Para sua implantação é preciso seguir alguns passos importantes como, por exemplo, analisar o fluxo dos processos.

O que você achou sobre esse conteúdo? Conseguiu compreender o conceito do Lean Agile?

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado.