Introdução ao Scrum Master

O Scrum Master vai guiar toda a equipe em um projeto e possibilitar que a execução de todas as etapas ocorra de forma correta.

O Scrum é uma metodologia ágil que tem sido utilizada e transformado as organizações por todo o mundo.

Mas, e se não tivesse essa pessoa? O que aconteceria? Certamente a quantidade de erros seria bem maior.

Na figura, estão dispostas as habilidades de um Scrum Master
Na imagem, temos as principais habilidades de um Scrum Master. Fonte: Medium

O Scrum é um dos papéis indispensáveis dessa metodologia ágil. Mas o que chama a atenção é que muitas empresas ainda não conhecem a sua importância nem suas responsabilidades.

Então quando decidem aplicar o Scrum a experiência não é tão boa.

Que tal aprendermos um pouco mais sobre o Scrum Master, o que é, o que faz, o que não faz entre tantos outros pontos importantes?

É claro que para isso precisamos entender ao menos um pouco sobre a metodologia ágil Scrum. Vejamos!

Tabela de Conteúdo

O que é Scrum?

Dentro da gestão de projetos temos uma metodologia ágil cujo funcionamento se dá de forma incremental, o Scrum.

Mas o que isso significa? De um modo simples, essa metodologia pega as atividades e as separa em etapas.

Cada uma delas é executada de modo iterativo, isto é, o projeto é atualizado conforme as necessidades surgem durante a execução. Essas etapas incrementadas dentro do Scrum recebem o nome de Sprints.

Assim que um Sprint anterior é finalizado o próximo é planejado. Quanto ao período de duração é o mesmo para todos sendo que, na maioria das vezes, é de 2 a 4 semanas.

Cada um dos Sprints foca apenas em uma ou até mais funcionalidades que aquele projeto possui.

Essas funcionalidades são organizadas de acordo com sua importância, o Product Owner é que as define e quem as listas é o Product Backlog.

A equipe responsável por executar e entregar as funcionalidades dos Sprints chama-se Time Scrum que, junto com o Scrum Master e o Product Owner formam o Sprint Backlog.

Temos o processo SCRUM detalhado na imagem.
Fonte: Nlighten

É este último, Sprint Backlog, é onde ficam reunidas as funcionalidades que devem ser realizadas por aquele Sprint.

Enquanto um Sprint está sendo executado Daily Scrum são realizados que, na verdade, se tratam de reuniões diárias.

Nelas há uma síntese das atividades que foram realizadas no dia anterior e é feito o planejamento para o dia atual.

Esse processo do Sprints, em sua totalidade, é repetido e acumulado até obter o produto final.

Agora que já entendemos um pouco sobre o Scrum podemos partir para conhecer o Scrum Master. Vamos lá?

O que é o Scrum Master?

O Scrum Master trata-se de um membro pertencente ao Time Scrum. Acontece que ele não é qualquer membro, é aquele que possui o maior conhecimento relacionado ao framework, por esse motivo, ele é o responsável por pegar o trabalho desenvolvido pela equipe e potencializá-lo.

Assim ele garante que todos além de entender apliquem os princípios do Agile Coach.

Entre suas características principais, a que mais chama a atenção é a soft skills que, na realidade, trata-se de habilidades de facilitação, comunicação e política.

Por esse motivo, ele precisa ser proativo e ter disposição para realizar as mudanças que forem necessárias. Também precisa fazer a remoção dos impedimentos que a equipe apontar enquanto cada Sprint é executado.

É de suma importância que o Scrum Master seja neutro, pois seu objetivo é fazer com que o Time Scrum se desenvolva e se torne independente.

Assim, esse time será capaz de encontrar as soluções sozinho.

De forma resumida, pode-se dizer que o Scrum Master é um líder técnico, o gerente de projetos.

É ele que orienta e guia o Product Owner com relação ao Time de Desenvolvimento para que o trabalho seja desenvolvido de acordo com os moldes do Scrum.

Em resumo, o Scrum Master é:

  • Facilitador;
  • Resolvedor de conflitos;
  • Pró ativo;
  • Neutro;
  • Presente para que o Time Scrum seja ajudado em sua totalidade;
  • Especialista Scrum;
  • Agente de Mudança;
  • Líder e guia do Time Scrum.

Scrum Master: o que não é

Não é incomum que algumas empresas apliquem o papel do Scrum Master de forma equivocada.

Existem organizações que colocam um único profissional responsável por vários times ou com atribuições totalmente diferentes das atribuições desse papel.

Basicamente, o Scrum Master não é:

  • Chefe;
  • Líder técnico;
  • Product Owner;
  • Dono do projeto;
  • Complicador do Time Scrum;
  • Dono do time;
  • Leva e traz entre o time e o Product Owner;
  • Dono dos quadros.

Scrum Master: qual a sua real função?

Uma das funções que podemos citar logo de primeira é que ele é um facilitador.

Ele vai tentar facilitar e ao mesmo tempo potencializar as habilidades dos integrantes da equipe que estão envolvidos no projeto Scrum.

É ele que vai fazer o possível para que o Product Owner e o Time de Desenvolvimento tenham uma comunicação direta, sem que haja interferência.

Desse modo, ele terá a chance de conseguir alcançar um dos objetivos da metodologia ágil Scrum: construir um time auto-organizado que age de forma independente e rumo ao projeto.

Mas, para que o papel de facilitador seja exercido com perfeição existem três questões que o Scrum Master precisa administrar de perto.

São eles:

1) Remoção dos impedimentos

Quando os Sprints estão sendo executados é até natural que surjam alguns impedimentos que atrapalham as metas estabelecidas a serem cumpridas.

Por isso, uma das funções mais importantes que o Scrum Master possui é garantir que esses impedimentos sejam removidos.

No momento que há a identificação de um impedimento pelo squad de Desenvolvimento, é preciso que o Scrum Master aja para que aquele problema seja removido.

Ele tanto pode agir mobilizando recursos e pessoas como por si mesmo para solucionar esse problema.

Entretanto, para que tais impedimentos sejam tratados não basta somente propor soluções que sejam temporárias ou que apenas pontos daquele problema sejam atingidos.

É preciso conhecer as raízes daquele problema e a melhor forma de obter esse conhecimento é utilizando o Diagrama de Ishikawa.

Dessa forma, ao conhecer as reais causas que levaram àquele problema a surgir, será muito mais fácil eliminá-lo de forma conclusiva.

2) Cumprir eventos

Os eventos Scrum precisam ser cumpridos e praticados e para que isso seja possível é dever do Scrum Master ajudar e dar orientações ao Time de Desenvolvimento.

Por exemplo, a Daily Scrum é uma reunião que precisa ser feita diariamente para alinhar as atividades que foram feitas no dia anterior e definir o serviço para o dia atual.

3) Product Backlog e Product Owner

O Scrum Master deve orientar o Product Owner com o intuito de conseguir fazer com que o Product Backlog seja montado seguindo as conformidades do Scrum.

Em termos simples, isso quer dizer que a prioridade é seguir os requisitos certos para que o maior valor seja obtido.

Mas isso não é tudo, pois o Scrum Master também precisa ter certeza que o Product Owner atualiza sempre o Product Backlog.

Ele precisa verificar se os incrementos verificados e classificados como necessários nas reuniões com o Time de Desenvolvimento e o Cliente estão sendo incrementados, principalmente após cada Sprint ser entregue.

O Time Scrum possui o poder decisório apenas sobre o Product Owner. Por esse motivo, o Scrum Master precisa ajudá-lo na tomada de decisão para que o bem maior seja sempre alcançado.

Mas que bem maior é esse? O produto desenvolvido que gera o máximo de valor possível ao seu cliente.

Como ser um Scrum Master?

Para conseguir se tornar um Scrum Master de qualidade é preciso passar por certas etapas.

A primeira delas é que é preciso ter ciência que ao decidir desempenhar esse papel você estará indo na direção das pessoas.

Você pode ser um engenheiro, contador, desenvolvedor de software excelente, mas nem por isso você será um Scrum Master excepcional.

Sabe por quê? Porque esse papel possui uma forte relação com a motivação, coaching, facilitação, solução de conflitos entre tantas outras habilidades que estão relacionadas às pessoas.

Ao tomar a decisão de se tornar um Scrum Master é preciso buscar conhecimentos sobre o assunto.

Aqui na Labone, temos treinamentos com certificação que ajudam a compreender melhor o papel bem como o Scrum funciona.

Mas atenção, não existe um jeito errado ou certo de executar esse papel, o que realmente existe é a busca constante pela aprendizagem e a necessidade de experimentação.

Nem tudo que se tenta pela primeira vez consegue dar os frutos desejados, é preciso sempre experimentar, medir e adaptar.

Por que um Scrum Master é necessário?

O trabalho em equipe não é algo fácil. São várias pessoas que possuem temperamentos e pensamentos diferentes.

Cada uma gostaria de agir de determinada forma em relação ao mesmo problema ou tarefa.

É claro que conflitos irão existir em algum momento, por mais que a equipe seja unida, os problemas de relacionamento irão surgir.

O Scrum Master tem o intuito de facilitar esse trabalho, o do time, mas ele não fica somente nisso. Ele vai promover a transformação organizacional.

Em algum momento o facilitador alcançará um limite que não é possível ultrapassar, é nesse momento que ele passará a transformar a organização.

Se a equipe não tiver um Scrum Master ela terá uma melhoria linear. Isso na melhor das hipóteses. Se olhar pelo pior caso a equipe entrará em entropia.

Um Scrum Master bom vai fazer com que o Time Scrum consiga apresentar uma melhora exponencial e isso, certamente, pode ter um bom impacto na organização como um todo.

Qual a rotina de um Scrum Master?

O Scrum Master vai fazer todo o treinamento daquela equipe e estará ali sempre para qualquer problema que surgir ou indicar o melhor caminho a ser seguido.

Entretanto, quando aquela equipe possui maturidade suficiente, é natural que ele parta para a próxima equipe.

Mas, mesmo que esteja mais presente na outra equipe, ele também mostrará que está com aquela primeira.

Ele vai agir como se fosse o alicerce para eles e, caso alguma coisa aconteça, ele mostrará que todos estão juntos.

Perguntará o que levou a acontecer aquilo e o que fazer para que não aconteça mais.

Deve perguntar, ainda, quais os desafios que a equipe terá pela frente e se é preciso fazer alguma incrementação.

O Scrum Master deve ficar atento à chegada ou saída de um integrante, por exemplo, pois essas mudanças promovem uma diferença na equipe.

Ele deve estar presente sempre para compreender o que se passa no seu time.

O Scrum Master resolve tudo

Tudo o que acontece, qualquer problema que surge, o Scrum Master precisa resolver.

Se ele não estiver? A reunião diária não irá acontecer, o time não fará a atualização do quadro nem terá outros comportamentos funcionais, ou seja, há uma dependência do time em relação ao Scrum Master.

Quando o Scrum está sendo adotado é normal que esse tipo de coisa aconteça. O time precisa se sentir seguro, primeiramente, para poder dar seus próprios passos com mais segurança.

É igual a uma criança que está aprendendo a andar: no começo, se sente mais seguro se estiver pegando na mão de um adulto, depois se solta e sai correndo.

O Scrum Master vai dar toda a autonomia para a equipe e, aos poucos, vai se afastando para que ela consiga andar com suas próprias pernas. Mas, sempre com a supervisão desse profissional, de forma mais afastada, sempre alerta a tudo o que se passa.

Conclusão sobre o Scrum Master

O Scrum Master é aquele profissional que conhece o processo Scrum e irá colocá-lo em prática dentro da empresa, em uma equipe.

Ele age como um facilitador, líder e sempre que é encontrado algum problema ele vai lá e o soluciona. Aos poucos, ele se afasta daquela equipe para que ela consiga se desenvolver sem a necessidade dele, mas com sua supervisão.

O que você achou do nosso conteúdo? Conseguiu compreender bem o que é o Scrum Master ou ainda ficou alguma dúvida?

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado.