Plano de Carreira: Saiba o que é e como fazer

Quando falamos em Plano de Carreira nos referimos a um programa que visa estruturar o caminho profissional de cada funcionário e indivíduo em seu trabalho.

O caminho do profissional até o sucesso

Ele pode abranger outros tipos de planos ou projetos como o plano de desenvolvimento profissional, mapeamento pessoal, mapeamentos de competências, mapeamento do mercado e plano de ação vinculado a cada objetivo prévio no processo de formação e consolidação do profissional no mercado e na empresa.

Através dele, o profissional poderá também saber qual tipo de caminho ele deverá percorrer como colaborador dentro de uma empresa.

Esse tipo de projeto profissional ajuda a identificar competências e demandas necessárias para o desenvolvimento do colaborador em relação à expectativa da empresa sobre determinada vaga ou cargo.

A empresa pode utilizar esse tipo de projeto para atrair determinados tipos de talentos oferecendo possibilidades para o seu desenvolvimento.

Para o profissional, ajuda a conscientizá-lo a respeito das etapas necessárias que ele deverá passar dentro da empresa e por quais hierarquias organizacionais ele deverá se dedicar.

O Plano de Carreira na atualidade

Atualmente, no mercado, temos uma grande oferta de profissionais com altíssima qualificação e por outro lado empresas que intensificaram suas bases de crescimento no mercado.

Aplicar um projeto de identificação e atração de talentos ajuda as empresas na formação de suas equipes e orienta seus potenciais colaboradores a melhorar a sua inserção e progressão no mercado de trabalho.

Para uma empresa, a aplicação desse tipo de projeto profissional é oportuna para a construção de uma estrutura de carreira que atende as expectativas de mercado da empresa e, ao mesmo tempo, oriente a formação e direcionamento de talentos no contexto do capital humano e intelectual.

No mercado atual, as empresas vivem em velocidade de mercado que não podem adiar tomadas de decisão e, por outro lado, o profissional que já atua dentro da empresa precisa estar consciente das funções que precisa desempenhar e das possibilidades de crescimento que poderá obter na organização.

Plano de Carreira em Y

O crescimento da carreira em Y segue o desenho da letra, sugerindo que a carreira pode oferecer uma bifurcação para o funcionário na qual ele deverá escolher entre dois caminhos dentro da organização.

Trata-se de um modelo de crescimento profissional que inicia e se mantém em linha contínua até o ponto de escolha para duas áreas distintas na empresa. Nesse ponto, saber escolher é fundamental tanto para a empresa quanto para o funcionário.

Esse tipo de projeto profissional é muito aplicado em empresas das áreas de engenharia, tecnologia, indústria farmacêutica ou até de alimentos que exigem a presença de profissionais com alto conhecimento técnico e acadêmico para ocupar cargos com maior índice de responsabilidade e especialização.

É muito negativo quando as empresas simplificam ou banalizam a imagem do especialista, porém através do traçado “Y” temos a oportunidade de criarmos um cargo que visa lidar com conhecimento técnico e especializado para orientar projetos estratégicos para a empresa.

Nas empresas que valorizam o especialista, temos a carreira em Y muito valorizada em corporações que atuam nas áreas de pesquisa e desenvolvimento.

Nessas empresas, o profissional precisa ajudar no desenvolvimento de inovações, criação e lançamento de produtos e geração de vantagem competitiva.

Por outro lado, em empresas que atuam mais nos setores administrativo, comercial, marketing e financeiro, o colaborador alcança no máximo o cargo de coordenador sem existir um cargo para direção especializada.

Plano de Carreira em W

Enquanto o plano em Y oferece dois caminhos de escolha para crescimento na empresa, o plano em W apresenta um terceiro caminho que pode ser misto dos outros dois caminhos anteriores.

Ao invés de prosseguir na empresa somente como gestor e especialista, o profissional na empresa pode se tornar em gestor de projetos.

Ao se tornar gestor de projetos, em seu plano profissional, ele não é obrigatoriamente um líder, mas deve orientar e acompanhar o desempenho de seus parceiros de trabalho em cada projeto específico de forma consultiva.

No Brasil e nas principais economias emergentes do mundo, esse modelo de projeção profissional não se inseriu com muita força nas empresas pois pode exigir investimentos em tecnologia aplicada.

Por exemplo, um programador sênior pode orientar e acompanhar o trabalho de outros profissionais na empresa, sendo um especialista e gerir os projetos de tecnologia na empresa e, muitas vezes, não é nomeado com gestor obrigatoriamente.

Plano de Carreira para empresas de alto crescimento

É importante considerar um melhor planejamento para o presente e futuro da empresa, sendo que esta visão é mais profícua em empresas já consolidadas no mercado.

Porém, nas empresas em processo de expansão, o crescimento do próprio modelo de negócio pode exigir uma elevação do número de colaboradores e de especialistas e a quantidade de funcionários pode aumentar de um ano para o outro.

Esse aumento pode exigir uma reestruturação e incentivar a formação de novos líderes. Em empresas em ritmo de crescimento poderá ser mais complexo traçar um projeto de carreira para todos os colaboradores ao mesmo tempo.

Plano de desenvolvimento profissional

Nem sempre o colaborador conhece todos os degraus e etapas que poderá seguir dentro da empresa para obter seu crescimento.

É importante que ele participe de cursos e palestras oferecidos pela empresa, conheça os diferentes cenários de atuação e do mercado da empresa, podendo conhecer os pontos futuros da empresa.

Outro fator positivo é ter pleno conhecimento sobre a visão de negócio da empresa e participar de reuniões estratégicas. Em muitos casos, um bom conhecimento de mercado e do setor de atuação da empresa pode orientar bastante o desenvolvimento profissional.

Como os treinamentos influenciam no Plano de Carreira?

Muitas vezes, o método de treinamento pode variar conforme a necessidade de cada empresa e perfil do colaborador, veja os principais métodos a seguir:

Ensino a distância (EaD) – Oferece cursos à distância pode ajudar a otimizar o processo de aperfeiçoamento do profissional através de cursos que ele pode fazer através da internet em seu horário livre ou em casa.

Curso presencial – É o método mais tradicional para o aperfeiçoamento de profissionais na empresa. É muito indicado para profissionais que precisam encontrar material mais aprofundado.

Coaching – Através da atenção dedicada de um coaching os funcionários podem se tornar mais confiantes podendo aprender técnicas e métodos mais atualizados.

 Mentoring – A mentoria permite a presença de um profissional mais experiente para acompanhar e orientar as etapas em conjunto com o processo de aprendizado do colaborador.

Mapeamento de competências

O processo de mapeamento ajuda muito no projeto de plano de carreira, ajudando a identificar fatores que podem ser positivos ou negativos para a evolução profissional.

Veja a seguir os principais passos desse tipo de mapeamento no mercado:

1 – Estabelecimento de objetivos

O profissional precisa ser orientado a ter objetivos claros em sua vida para saber onde precisa chegar obtendo a motivação certa para alcançar sua meta.

2 – Autoconhecimento

Além do conhecimento técnico e especializado, é importante conhecer as suas próprias potencialidades e limitações. É necessário que cada um se auto conheça perante o ponto de chegada que precisa atingir.

3 – Flexibilidade

É importante que cada colaborador aprenda a ter flexibilidade, pois nem sempre a empresa e outros profissionais irão se comportar como se espera.

As variáveis de comportamento e possíveis conflitos sempre poderá existir na empresa. Para se manter ativo na empresa mantendo as reais chances de promoção é importante ser resiliente e paciente em muitas situações.

4 – Atualização profissional

O profissional precisará sempre se manter atualizado, mesmo que ele já seja graduado ou pós-graduado em determinado área.

Estudar sempre, fazer cursos, participar de palestras e ficar atento às novidades do mercado são preponderantes para o fortalecimento do currículo.

5 – O marketing pessoal

Muitas vezes, existem profissionais capacitados e habilitados para determinada vaga, mas não são selecionados ou escalados pela empresa.

A apresentação negativa de um currículo, a postura incorreta e a ausência de um diálogo direto entre o colaborador e a empresa pode prejudicar vários resultados possíveis.

O investimento no marketing pessoal pode ajudar a fortalecer o marketing profissional e inserir um caminho positivo para o plano de carreira.

A importância do mapeamento

A criação desse tipo de programa ou plano para a evolução profissional ajuda a construir um caminho para o profissional alcançar seus objetivos no setor e na empresa.

Tipos de mapeamento

Em relação à realização de um positivo mapeamento profissional indicamos os principais tipos a seguir:

1 – Mapeamento pessoal

Através deste, o profissional consegue identificar os seus reais valores, interesses na carreira, motivação e possíveis medos em seu trajeto profissional.

2 – Mapeamento de competências

Através deste tipo de mapeamento, o profissional pode resumir uma lista de habilidades que ele já desenvolveu e identificar quais habilidades são de fato um diferencial em seu currículo.

3 – Mapeamento de mercado

Por meio do mapeamento de mercado, o profissional pode relacionar a área, o cargo e a função que mais interessa, relacionando com os requisitos e competências demandadas.

4 – Plano de ação

Depois de reunir todas as informações anteriores, o profissional pode definir de forma individual ou em conjunto com a corporação na qual trabalha o seu plano de ação.

É importante utilizar todas as informações e competências identificadas e partir para um processo melhor de formação, trabalho e preparo para novas oportunidades.

Como conciliar meus objetivos com o plano de carreira?

Na maioria dos casos, empresas e profissionais podem sentir dúvidas sobre como aplicar os objetivos de um bom plano de carreira. Como relatamos anteriormente, é fundamental definir objetivos claros dentro da profissão e da empresa, tendo metas que possam ser alcançadas por meio de desenvolvimento profissional e pessoal.

Por outro lado, é fundamental avaliar as principais potencialidades e saber sempre melhorar o que precisa ser aprimorado. Ter uma boa estratégia profissional também pode gerar um diferencial para identificar oportunidades e diferencial da empresa.

Outra dica é a de procurar por exemplo de pessoas de sucesso que já cresceram em suas profissões e nas empresas nas quais trabalham e desenvolvem seus projetos.

Também é indicado avaliar a jornada profissional traçada até o dia de hoje, olhar para trás, verificar o que de bom foi construído e que pode ser melhorado para incentivar o próprio crescimento.

Plano de ação revisado

Em certas situações um plano de ação pode incluir, de modo resumido as atividades certas para crescer na profissão.

Resolver fazer um curso de idiomas, aprender a dominar um programa de computador, desenvolver um novo aplicativo, identificar soluções para a empresa na qual o profissional trabalha atualmente e outras atitudes que podem fortalecer o plano de ação.

Porém, devemos ressaltar que o profissional não pode querer chamar atenção de forma artificial ou banal, é importante que o resultado de suas habilidades e trabalho apareçam naturalmente de modo meritório.

Crescimento no mercado

Como falamos no início do artigo, temos um ambiente que observa o crescimento e consolidação de empresas de diferentes segmentos e um mercado de exige cada vez mais especialização dos profissionais.

Existem demandas e necessidades de ambos os lados e a gestão de pessoas e de recursos humanos das empresas sempre buscam equilibrar o processo de captação de talentos para o cargo certo.

O grande foco é projetar o crescimento da empresa e o crescimento do profissional dentro da organização. Esses são fatores básicos para o plano de carreira de sucesso que gera ganho para todos.

A necessidade da empresa

Mesmo que o profissional tenha suas necessidades, na prática as empresas priorizam suas necessidades e focam nas qualidades de um profissional a possibilidades de contar com a prestação de serviços e o desenvolvimento de soluções, extraindo o máximo possível de seu capital humano.

Dessa forma, se esforçar para atender as necessidades da empresa é um passo importante para o fortalecimento do profissional na organização.

Conclusão

Portanto, considerando os diferentes aspectos e variáveis apresentados neste artigo, é fundamental dedicação e desenvolvimento de habilidades para encontrar o caminho certo profissional em determinada área de atuação na empresa.

Atualmente, desenvolver uma carreira tornou-se uma missão mais complexa em comparação com os períodos anteriores de experiência de mercado.

É fundamental se dedicar e buscar sempre o autoconhecimento para se tornar no profissional chave para o mercado e para as corporações.

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado.