Introdução à Comunicação Assertiva

A comunicação assertiva é um tema que se encontra em alta atualmente por ser uma das principais características que um bom profissional deve ter.

Pois essa habilidade demonstra uma boa inteligência emocional e uma boa capacidade de não somente se relacionar com outras pessoas, mas também de conseguir a sua colaboração.

Ao falarmos de comunicação assertiva muitos acreditam que ela consiste somente na habilidade de se passar informações de forma clara e dinâmica, conquistando a atenção e o respeito dos ouvintes, além de conseguir o retorno que desejamos.

Na verdade, esse tipo de comunicação não consiste somente nisso, ela nos ajuda a criar também um canal de comunicação mais aberto entre os nossos colegas e contribui para que todos desejem se ajudar, conquistando assim um objetivo em comum mais rápido.

Você deseja aprender o que é e como utilizar esse tipo de comunicação tão eficiente?

Então confira o texto até o final e aprenda tudo o que você precisa saber para incorporar hoje mesmo a comunicação assertiva em seu dia a dia no ambiente profissional.

Tabela de Conteúdo

O que é comunicação assertiva?

De acordo com o dicionário da língua portuguesa e a área da psicologia, assertivo significa expressar-se com segurança, se comportar de modo firme e demonstrar decisão nas palavras que são ditas, gerando no outro uma sensação de maior confiança e respeito.

Dessa forma, podemos concluir que uma comunicação assertiva não significa apenas ter uma boa oratória, mas sim ser um bom comunicador da mensagem que se deseja transmitir.

A comunicação assertiva é uma comunicação feita de forma mais direta e sincera, sem dar voltas no que se quer dizer.

Porém, mesmo sendo uma comunicação que é feita de modo direto ao ponto, não significa que a forma como falamos deva ser rude ou agressiva, muito pelo contrário.

Comunicação assertiva nas empresas

Quando o assunto é o ambiente de trabalho, muitas empresas pecam quando abordamos a questão da comunicação, sendo esses um dos principais gargalos.

Quando o compartilhamento de informações não é realizado de modo assertivo, surgem diversos problemas como é o caso das dificuldades nos relacionamentos interpessoais, execução de processos e até mesmo no alinhamento de demandas da empresa.

Toda essa dificuldade gerada pela falta da comunicação assertiva gera consequências negativas que impactam todo o processo, já que as ações se tornam mais limitadas, afetando assim todos os resultados que gostaríamos e deveríamos obter.

Muitos gestores acabam confundindo a falta de comunicação assertiva com a ineficiência na gestão do tempo e acabam colocando mais empenho em uma área que na verdade não precisava de tanto esforço.

Benefícios da comunicação assertiva

Os benefícios de uma comunicação mais direta e clara são bem visíveis em todas as áreas da vida, já que isso ajuda a manter um canal de comunicação aberto com as pessoas que nos cercam.

Veja a seguir alguns dos benefícios de manter uma comunicação assertiva com as pessoas que te cercam.

  • Geração do aumento da autoestima e autoconfiança;
  • Aumento do entendimento e reconhecimentos dos próprios sentimentos;
  • Respeito mútuo nos relacionamentos interpessoais;
  • Comunicação mais clara e direta;
  • As tomadas de decisão se tornam mais fáceis;
  • Relacionamentos honestos e duradouros;
  • Ambiente de trabalho com um clima mais leve.

Tipos de comportamentos

A comunicação assertiva é eficaz e diplomática, importando não apenas o que é dito, mas também como é dito.

Nesta tabela comparamos o comportamento assertivo com o passivo e agressivo

Para conquistar esse tipo de comportamento na comunicação é necessário não agir de forma muito passiva e nem agressiva, mas sim na medida certa, pois caso contrário você não conseguirá transmitir a mensagem do modo que deseja.

Comportamento Assertivo vs. Passivo

O comportamento definido como passivo consiste em uma pessoa muito tímida ou descontraída.

O passivo é a pessoa que geralmente aceita tudo o que for imposto somente para evitar discussões e conflitos com outras pessoas.

Ter esse comportamento afeta a comunicação pois é passado de forma inconsciente que a sua opinião e sentimentos não são tão importantes quanto os de outras pessoas e por isso não devem ser levados em consideração.

Podemos identificar facilmente um comportamento passivo em pessoas que não conseguem dizer não, por exemplo.

Além disso, o comportamento passivo gera conflitos pessoais internos como o estresse, raiva, rancor, vitimização e outros sentimentos que não são saudáveis.

Comportamento Assertivo vs. Agressivo

Já no comportamento agressivo podemos encontrar características opostas ao passivo.

Pessoas com esse tipo de comportamento passam uma imagem de que não se importam com as necessidades, opiniões ou sentimentos de outras pessoas.

É comum no comportamento agressivo ocorrer humilhações e intimidações, como até mesmo formas de violência física.

O comportamento agressivo pode fazer com que realmente se consiga o que quer, mas não por questões de respeito, mas sim por medo e intimidação.

Comportamento Assertivo vs. Passivo-Agressivo

Esse tipo de comportamento é característico de pessoas que muitas vezes dizem sim, mas na verdade gostariam de dizer o oposto.

Sendo um comportamento cercado de sarcasmo, o passivo-agressivo tem o hábito de reclamar de outros colegas pelas costas e não consegue enfrentar os problemas de forma direta.

Por conta disso, muitas vezes a pessoa que possui esse tipo de comportamento age com atitudes negativas, já que não consegue ser franca e dizer o que realmente gostaria.

10 dicas para utilizar a comunicação assertiva

Existem pessoas que possuem de forma natural uma comunicação mais voltada para a assertiva, mesmo sem saber da existência e dos diferentes tipos de comunicação.

No entanto, pessoas que não possuem tal habilidade podem desenvolver essa característica ao conseguir aplicar algumas dicas comportamentais no seu cotidiano.

Uma ilustração explicando a diferença básica entre atitude agressiva, assertiva e passiva

Você deseja utilizar a comunicação de modo mais claro e direto, mas não sabe por onde começar?

Então veja abaixo 10 dicas para utilizar a comunicação assertiva no seu dia a dia.

1 – Tenha empatia

Ter empatia significa basicamente se colocar no lugar do outro, entender como elas se comunicam e como preferem fazer isso.

Ao criar o sentimento de empatia você demonstra respeito às pessoas e isso faz com que elas se sintam mais abertas, facilitando assim a troca de informação.

Dessa forma, tente entender e perceber como cada pessoa se comporta, assim como também é necessário aprender sobre as suas características individuais para respeitar o espaço do outro.

2 – Aprenda a interpretar o outro

Estudos comprovam que a maior parte da comunicação entre os seres humanos ocorre de forma não verbal, ou seja, através de gestos, da postura corporal e olhares.

Por esse motivo, é muito importante aprender o que o outro quer dizer com base nesse tipo de comunicação, pois muitas vezes é dito uma coisa pela boca, enquanto a linguagem corporal nos diz outra completamente diferente.

Então, para manter uma comunicação assertiva, aprender a interpretar o que o outro realmente quer dizer pode ser um grande diferencial para qualquer profissional.

3 – Cuidado com o que você fala e como fala

Muitas vezes uma palavra é dita sem maldade, porém o outro interpreta de uma forma completamente diferente.

Por conta disso é interessante sempre analisar o modo como você está falando, se é adequado ou não para aquela ocasião.

É muito comum também não prestarmos atenção no nosso tom de voz e muito menos parar para pensar nas expressões faciais e gestos que estamos fazendo, mas eles falam muito sobre o que desejamos transmitir e por isso é essencial ter cuidado.

Transmita mensagens claras e objetivas, evitando o duplo sentido ou interpretações erradas.

4 – Não perca o timing

Para agir com base em uma comunicação assertiva é necessário saber o momento certo de agir.

Mesmo sabendo que o que você deve falar é importante, é essencial entender qual é o melhor momento para fazer isso, pois caso contrário a mensagem pode ser distorcida e ser passada como uma falta de sensibilidade e empatia.

Portanto, uma das principais dicas para ter uma comunicação assertiva é saber a hora certa de falar e agir, aproveitando da melhor forma possível as oportunidades.

5 – Tenha embasamento técnico

O conhecimento técnico é extremamente importante para quem deseja desenvolver uma determinada competência e com o desenvolvimento de uma comunicação assertiva não seria diferente.

Para criar um bom embasamento técnico é necessário que haja boas leituras e um bom domínio de oratória e escrita, pois isso ajudará a criar um bom embasamento teórico, gerando uma maior capacidade de diálogo e argumentação, o que aumenta o poder da comunicação assertiva.

É importante também em uma conversa não transparecer ar de superioridade, pois isso pode acontecer, mesmo que de forma inconsciente. Então, caso não saiba sobre o assunto a ser discutido, o ideal é ser sincero.

Além disso, ao conversar com uma pessoa que sabe mais sobre algum assunto do que você, o ideal é ouvir mais do que falar.

6 –  Faça o gerenciamento de conflitos

Uma das principais características de quem possui a comunicação assertiva é conseguir intermediar situações mais complicadas, gerando sempre uma solução que seja boa para ambas as partes.

Além disso, é importante ser um intermediador pelo fato de ajudar os colegas a se expressarem, dando a sua opinião e passando a se sentir relevantes.

Um intermediador sempre é visto com bons olhos por proporcionar conversas mais calmas e reflexivas, melhorando o ambiente de trabalho para todas as partes envolvidas.

7 – Dê feedbacks

Geralmente profissionais que atuam em uma posição de liderança precisam ter uma comunicação mais direta e clara. Por conta disso, ao atuarem no gerenciamento de pessoas, é muito comum a aplicação de feedbacks.

Sendo assim, aplique feedbacks nos membros da sua equipe. Caso não se sinta confortável para fazer essas aplicações de modo mais formal, vá treinando de forma mais informal.

Vale ressaltar que os feedbacks devem ser aplicados não somente para a evolução positiva do funcionário (com as críticas construtivas do que se pode melhorar), mas pode ser feito também de modo a parabenizar e valorizar as virtudes de uma pessoa.

8 – Aprenda a dizer não

Muitas pessoas têm dificuldade em dizer não e esse é um problema muito sério, pois isso pode fazer com que haja sacrifícios desnecessários por parte de quem deveria dizer não, mas não consegue, além de fazer com que a pessoa não se priorize e sempre coloque o interesse de outras pessoas acima dos seus.

Se você tem essa dificuldade em dizer não, comece hoje mesmo a praticar isso de forma espontânea.

Quando surgir uma demanda que você não pode atender, por exemplo, tenha uma comunicação clara e direta dizendo “Não posso fazer isso agora.”.

O importante é dar os primeiros passos e saber como negar pedidos que não podem ser atendidos ou que te prejudicam de alguma forma caso você aceite.

9 – Ensaie o que você deseja dizer

É comum no meio de uma conversa, principalmente conflituosa, as respostas fugirem da nossa mente.

Além disso, pessoas que possuem um comportamento mais tímido têm dificuldade em se expressar e dizer o que na verdade desejam.

Sendo assim, se você não sente segurança para falar com as pessoas o que de fato gostaria, talvez seja a hora ideal de começar a treinar.

Simule cenários típicos, que você pode encontrar no dia a dia. Essas simulações irão te ajudar a exercitar a oratória, fazendo com que você crie mais segurança para falar com outras pessoas.

10 – Busque sempre a melhoria contínua

A melhoria contínua é uma das bases de qualquer área da qualidade, principalmente quando o assunto é a nossa evolução pessoal e profissional.

Tentar evoluir para melhorar a nossa capacidade de comunicação é importante, pois nos ajuda a conseguir manter os bons resultados nas relações interpessoais.

Se atualize por meio de livros, estudos e até mesmo ouvindo pessoas que possuem mais experiência que você.

Conclusão sobre a Comunicação Assertiva

A comunicação assertiva é uma ótima habilidade para se desenvolver no ambiente profissional, pois por meio dela é possível criar um ambiente mais saudável, onde há a ajuda mútua e não há comunicações falhas (em que muitas vezes é motivo de desentendimentos).

Sendo assim, agora que você entendeu o que é esse tipo de comunicação, procure aplicar as 10 dicas em sua vida profissional para conseguir conquistar o respeito dos seus colegas e tornar o ambiente de trabalho mais saudável.

Uma pequena biografia sobre o autor do texto!

Comente

Seu endereço de e-mail não será publicado.