Espinha de Peixe (Ishikawa) em Microsoft Excel

Baixe a planilha em Excel para desenvolver um ISHIKAWA, e com a facilidade de exportar para o Microsoft Powerpoint ao toque de um botão.

ferramentas

Mais sobre esse material

O Diagrama Ishikawa, comumente conhecido como Diagrama de Causa e Efeito e o Diagrama de Espinha de Peixe, é uma das ferramentas que compõem a Qualidade.

Essencialmente, é uma ferramenta que procura organizar a lógica na determinação das causas centrais dos problemas. Ela conecta o impacto analisado aos fatores mais influentes.

Estes desafios podem ser divididos em seis tipos de razões principais que têm impacto em todo o processo (máquinas, materiais, mão-de-obra, natureza-mãe, medidas e métodos).

Você não notou que todas estas causas começam com a letra “M”? Como resultado, estas causas são muitas vezes conhecidas como os 6 M’s.

Entretanto, é vital perceber que nem todos os processos utilizam todos esses M’s para determinar as causas, portanto é necessário avaliar quais são relevantes para o processo.

Agora você terá uma melhor compreensão de cada um deles e de suas características primárias.

Como surgiu o Diagrama de Ishikawa?

No início dos anos 60, um engenheiro japonês de controle de qualidade propôs o Diagrama de Espinha de Peixe. Kaoru Ishikawa é o nome desse engenheiro. É daí que vem o nome deste diagrama.

Este diagrama tem visto algumas alterações ao longo do tempo. Ele evoluiu e se adaptou para atender às necessidades da época.

“A melhoria da qualidade é um processo contínuo que pode ser constantemente melhorado”, declarou Ishikawa.

6 M’s do Diagrama 

Na imagem, temos os 6M's usados no Diagrama de Espinha de Peixe ou Ishikawa
Fonte: Zeev
  • Máquinas

As falhas de máquinas e equipamentos causam uma série de problemas. Isto pode ser devido a uma manutenção deficiente ou a uma falta de manutenção.

Dado isto, é sempre crítico monitorar o funcionamento de todos os equipamentos para garantir que estejam próximos do ideal e que não ocorram danos.

  • Materiais

Esta questão está relacionada com os materiais utilizados no procedimento. Pode ser devido a material fora de especificação ou a um volume impreciso.

Como resultado, é fundamental ter uma relação positiva com seu fornecedor para que ele forneça os produtos corretos, no número correto e, é claro, na qualidade ideal.

  • Mão-de-obra

Ela se preocupa com as atitudes dos funcionários na execução das tarefas. Esta questão pode ser criada por sua pressa, irresponsabilidade, falta de qualificação ou mesmo falta de competência.

Você está ciente de que os humanos são propensos ao fracasso, não é mesmo? Como resultado, recomenda-se o uso do Poka Yoke para evitar erros em determinadas operações.

Mas o que é exatamente o Poka Yoke? É uma metodologia à prova de erros destinado a evitar falhas nas operações de fabricação.

  • Mãe Natureza

Estas são questões relacionadas ao ambiente interno e externo da organização.

Ao discutir fatores externos, é possível trazer à tona, por exemplo, a poluição e a instabilidade climática. No ambiente interno, pode haver uma falta de espaço, um arranjo impróprio ou ruído, entre outras coisas.

É fundamental criar um ambiente de trabalho que seja agradável para todos, para que possam desfrutar mais de seus trabalhos. Quando tudo corre como planejado, reduz-se a rotação de pessoal, o que reduz os custos e, como resultado, aumenta o lucro.

  • Medições

Este “M” significa métrica, que é usada para medir, regular e monitorar processos.

Você pode estar medindo seu processo de forma incorreta. Isto está causando retrabalho e comprometendo seu fluxo de trabalho.

  • Métodos

Os procedimentos e métodos usados pela organização durante as atividades são chamados de procedimentos e métodos.

Software e ferramentas de planejamento podem ser usados para definir o processo. Ele simboliza como você organiza a progressão de suas ações e como você controla o que acontece.

 

 

 

 

 

 

Já possui uma conta? Faça seu Login